Segunda-feira, 27 de Agosto de 2007

Estou aqui...

 

Quando quiseres falar…
Tens aqui um ouvinte.

 

Quando quiseres chorar…
Tens aqui um ombro.
 
Quando te sentires sozinha…
Tens aqui uma companhia.

 

Quando precisares de ajuda…
Tens aqui um amigo.

 

Quando estiveres perdida…
Chama-me, que eu vou á tua procura.

  

Quando tiveres frio...

Pede-me, que eu aqueço-te.

 

Quando estiveres em baixo, bem lá no fundo...

Grita, que eu vou-te buscar.

 

Quando quiseres seja o que for, por mais difícil, por mais impossível que te pareça…

 

 

Conta comigo…

 

 

Eu estarei sempre aqui.

 


publicado por George às 00:42
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2007

Perdi o medo...

 

 

 

 

 

 

 

Perdi o medo de viver.

Perdi o medo de morrer.

Perdi o medo de voar.

Perdi o medo de sofrer.

Perdi o medo de tudo... tudo.

 

O único medo que não perdi...

 

... é o medo de te perder! 

 

 

 


publicado por George às 01:37
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 15 de Agosto de 2007

Esta noite...

 

 

Esta noite os nossos corpos fundiram-se, esta noite fizemos amor…

 

Estava eu deitado na nossa cama já quase a dormir, vencido pelo cansaço de mais um dia.

Tu entraste no quarto silenciosamente… às escuras para não me acordar.

 

 

Senti a tua presença, abri os olhos por entre a almofada e os lençóis para te ver.


Aproximaste-te de mim… devagar e a sorrir, puseste o teu cabelo para trás, e sentaste-te na cama ao meu lado.


Passastes as tuas mãos no meu rosto, contornando-o suavemente, agarraste e puxaste o meu pescoço… com os teus olhos fixos nos meus, vi no teu olhar o desejo, esse olhar que me deixa doido, que me deixa excitado, esse olhar que não é preciso falares, de seguida fechastes os olhos, entreabristes os lábios e num gesto suave e lento, guiastes-me até eles, e beijaste-me como nunca, um beijo forte, um beijo sentido, um beijo prolongado por beijinhos no meu rosto, e umas mordidelas no meu pescoço terminando com umas lambidelas nas orelhas, o que me deixa completamente louco, e tu sabes… 

 

Continuastes a percorrer com as mãos o meu corpo, abraçaste-me com tanta força que senti o teu corpo a esmagar-se contra o meu…senti os teus seios contra o meu peito, os teus mamilos a ficarem duros de prazer, as tuas mãos a transpirarem, o teu coração a acelerar, senti-te leve, senti-te a voar, senti-te dominada… 


Foi nesse momento que te agarrei e te deitei na cama… num gesto rápido tirei-te a roupa que vestias mandando-a para o chão, de seguida fizestes-me o mesmo, enquanto eu já te beijava, te acariciava o corpo, apalpava, beijava, mordia, lambia os teus seios os teus mamilos, as minhas mãos passeiam por todo o teu corpo, ouvia gemidos de prazer,  ao ouvido sussurravas palavras  de amor, acompanhadas de mais umas mordidelas, começamos a perder o controlo dos nossos actos, entregando-nos um ou outro, deixando as coisas acontecerem...

 

Os nossos corpos fundiram-se...    

  


O amor que nos consumia o corpo e a alma foi satisfeito…

 

 

 

 

 

 


publicado por George às 23:07
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 14 de Agosto de 2007

Obrigado...

 

 

 

 

Pela oportunidade que me destes, pela oportunidade que nos destes…

 

Porque já temos uma vida começada, um projecto, objectivos, um herdeiro, muitos anos em conjunto, com muitas alegrias, muitas tristezas, momentos bons talvez mais que os menos bons.

 

Já fui teu conhecido, teu amigo, teu namorado, teu marido, já fui o teu príncipe, já fui o teu herói, já entrei nos teus sonhos.

 

Sei que nestes últimos anos não fui nada… nada disto!

 

Esta vida é complicada ou apenas tão simples que nós é que a complicamos, nós é que somos complicados.

 

Porque será que só damos valor à pessoa que amamos, quando a perdemos??!!!

 

Porquê que quando a temos aqui no nosso lado, na nossa vida, na nossa cama, nos momentos mais difíceis, numa simples dor de cabeça, num telefonema, num beijo, num abraço, numa conversa, numa opinião, num conselho… ao nosso lado no sofá a ver um filme e… não damos por nada, nada… não nos apercebemos do valor que essa pessoa tem para nós, da falta que nos faz, no significado da vida sem ela, no quanto a amamos!      

 

 

Tive que te perder, tive que estar no meio de uma multidão e me sentir sozinho, tive que chorar ...

 

Para descobrir o quanto eu te amo.

 

Acredita esta vida é uma escola, e eu com ela aprendi muito, os meus erros agora são os meus trunfos…

 


Quero ser o teu amigo, o teu namorado, o teu marido, o teu amante…

 


Eu amo-te muito…    

 

 

 


publicado por George às 23:44
link do post | comentar | favorito
Domingo, 12 de Agosto de 2007

Não digas nada...

universo.jpg

...

Não quero que respondas, não quero que digas nada, só quero que penses e que saibas… que nesta vida, neste mundo, neste planeta, neste universo há uma pessoa, que te adora muito, que te ama muito e que te quer fazer muito feliz...

  

Não respondas, não digas nada...

 

Pensa só…


publicado por George às 23:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 10 de Agosto de 2007

À tua espera...

… um sorriso teu dá-me alegria, um mimo teu dá-me energia, um beijo teu mata-me a sede, fazer amor contigo mata-me a fome…

Estou triste, estou em baixo, tenho os lábios secos, estou fraco sem forças…

Estou à tua espera…

 


publicado por George às 01:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 2 de Agosto de 2007

Tudo mudou...

Hoje acordei com os teus lábios húmidos, doces e suaves a beijarem-me.

 

Acompanhados de uma voz baixinha e meiga...

 

"amor acorda"

 

Depois de me aperceber que de um sonho não se tratava, abro os olhos e vejo-te ali parada, à minha frente, a olhar-me e a sorrir para mim.

 

Semi nua...

 

É a melhor forma de acordar.

 

Tu és o melhor despertador do mundo.

 

 

 


publicado por George às 22:25
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 3 seguidores

pesquisar

 

Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Estou...

Saudade...

Faz-me feliz.

Saudades de fazer amor.

O dia mais triste da minh...

Como é bom...

Dependência...

A Vida...

Não morri...

Estou aqui...

Perdi o medo...

Esta noite...

Obrigado...

Não digas nada...

À tua espera...

Tudo mudou...

Sei que um dia fostes min...

Um pedido de desculpas.

O começo...

O que ficou para trás

Dezembro 2008

Setembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Novembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Nota:

Todas as fotos aqui colocadas foram retiradas da net.